Notícias

ESMPU terá novas regras para a elaboração do Plano de Atividades

Calendário será elaborado em três fases distintas. Objetivo é identificar reais necessidades de treinamento, aprimorar a capacitação de membros e servidores e oferecer atividades cada vez mais relacionadas com a linha de atuação do MPU.
publicado: 24/09/2010 17h48 última modificação: 31/03/2017 17h21

A partir deste ano, a Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU) contará com novas regras para a elaboração do Plano de Atividades. O objetivo é identificar reais necessidades de treinamento e, com isso, aprimorar o trabalho de capacitação de membros e servidores, oferecendo atividades que estejam cada vez mais relacionadas com a linha de atuação do MPU.

Com a mudança, o calendário de atividades passará a ser elaborado em três fases distintas.

Na primeira fase, comissões integradas pelo coordenador de ensino e por representantes de cada ramo indicarão temas voltados para membros e para servidores da área fim. Essas sugestões formarão a base das atividades a serem desenvolvidas no próximo ano letivo da ESMPU.

Outro grupo, composto por representantes indicados pelo procurador-geral de cada ramo, será responsável pela organização de projetos específicos para servidores da área meio. Esse trabalho terá como base o resultado do levantamento de necessidades de treinamento realizado em 2009 pelos respectivos setores de recursos humanos.

A segunda fase consistirá na avaliação dos temas que foram sugeridos pelas coordenações de ensino em conjunto com os representantes de cada ramo. Participarão desse momento todos os membros dos quatro ramos do MPU.

Até 18 de outubro, cada membro avaliará as sugestões apresentadas pela coordenação de ensino de seu ramo e poderá, se desejar, acrescentar um tema ao catálogo proposto. A avaliação será feita exclusivamente pelo portal da ESMPU. Para participar, é necessário possuir cadastro atualizado no banco de dados da Escola. Os formulários de avaliação já estão disponíveis para os membros do MPDFT e do MPT no link http://www3.escola.mpu.mp.br/aplicativos/forma. Nos próximos dias, a ESMPU liberará o acesso aos membros do MPF e do MPM.

As novas sugestões serão submetidas à análise da equipe composta pelo coordenador de ensino do ramo a que pertence o proponente. Se receberem parecer favorável, passarão por avaliação técnica quanto à consistência acadêmica e à viabilidade administrativa e financeira.

Na fase final, todas as propostas – incluídas aquelas consideradas prioritárias pelos participantes da pesquisa e as sugestões para servidores da área meio – serão encaminhadas à deliberação do Conselho Administrativo da Escola. Os projetos aprovados farão parte do calendário de atividades acadêmicas do próximo ano.

Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (61) 3313-5157 / 5399 ou pelo e-mail seplan@escola.mpu.mp.br.

(Matéria alterada em 13/10/2010, devido à prorrogação do prazo para avaliação das sugestões apresentadas pelas coordenações de ensino)

Assessoria de Comunicação
Escola Superior do Ministério Público da União
E-mail: ascom@escola.mpu.mp.br
Telefone: (61) 3313-5115