Projetos Especiais

publicado 15/12/2020 11h58, última modificação 07/04/2021 16h24

Ao marcar o aniversário de dois anos do InovaEscola, foi realizada, de 7 a 9 de junho de 2022, a primeira edição da Semana de Inovação da ESMPU. A atividade de extensão contou com palestras virtuais de especialistas conhecidos pelo público. O objetivo foi oferecer aos usuários da Escola conteúdo de ponta e impacto voltados para as principais tendências da inovação em serviços. 

Congresso comemorativo dos 20 anos da ESMPU, “Direitos Fundamentais em Processo”, realizado nos dias 26 e 27 de novembro de 2020. 

Mais informações em: http://escola.mpu.mp.br/congresso20anos

Dia 26/11 - 1ª Parte (manhã)

 

Dia 26/11 - 2ª Parte (tarde) 

Dia 27/11 - 3ª Parte (manhã)

 

Dia 27/11 - 4ª Parte (tarde)

 

O Programa “Diálogos Democráticos” foi promovido pela ESMPU com o objetivo de promover debates com a sociedade, acerca da democracia em seus diferentes vieses. Foram realizadas simultaneamente seis rodas de diálogo pelo país nas cidades de Brasília (DF), São Paulo (SP), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Belém (PA) e Recife (PE), no dia 2 de outubro.

Foram convidados especialistas, entre arquitetos, juristas, advogados, cientistas políticos, filósofos, antropólogo, artista, psicanalista e professores. Em cada cidade foi abordado um tema específico: democracia e direitos contramajoritários; democracia na era digital; construção democrática e sociedade do medo; capital e trabalho na construção democrática; a cidade como espaço democrático; e desafios da democracia socioambiental. 

 As informações completas estão em http://escola.mpu.mp.br/h/dialogos/apresentacao.

 

Com o objetivo de fomentar a discussão em torno da necessidade de se estabelecer políticas locais de acolhimento, abrigamento e integração para refugiados e migrantes e capacitar os atores envolvidos no acolhimento, a Rede de Capacitação a Refugiados e Migrantes desenvolveu o projeto "Atuação em rede: capacitação dos atores envolvidos no acolhimento, na integração e na interiorização de refugiados e migrantes no Brasil"

Por meio de simpósio e oficinas gratuitas, o projeto, lançado em 18 de junho de 2018, promoveu atividades ao longo de 18 meses, percorrendo cidades que receberam migrantes e refugiados venezuelanos. Foram realizadas atividades em Belém, Manaus, São Paulo, Boa Vista, Porto Alegre, Recife, João Pessoa, Curitiba, Florianópolis, Belo Horizonte, Campo Grande, Rio de Janeiro e Brasília totalizando cerca de quatro mil participações (entre jornalistas, agentes públicos, representantes da sociedade civil e demais interessados) e 600 instituições envolvidas (como Secretarias Estaduais e Municipais, CRAS, CREAS, bibliotecas, Conselhos Tutelares, Centros de Acolhida, ONGs, Guarda Civil, Exército, DPU, DPE, MPF, MPT, MPM, organismos internacionais, entre outros). 

A Rede de Capacitação a Refugiados e Migrantes é composta pela Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU), a Procuradoria Federal dos Direitos dos Cidadãos (PFDC), o Ministério Público do Trabalho (MPT), o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), a Organização Internacional para as Migrações (OIM), a Conectas Direitos Humanos, o Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH), a Defensoria Pública da União (DPU), o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA),  o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Missão Paz.

Para acessar todas as informações e vídeos do projeto, acesse: escola.mpu.mp.br/h/rede-de-capacitacao-a-refugiados-e-migrantes

O projeto “Ponto & ContraPonto” tem como objetivo fomentar a diversidade de ideias e o pluralismo por meio de debates que estimulam a convivência harmoniosa, o respeito a valores alheios e a tolerância entre visões, perspectivas e teorias do Direito. Com encontros periódicos, a iniciativa pretende estimular o debate entre especialistas sobre diversas temáticas e interpretações jurídicas.

Na primeira edição do projeto , o procurador regional da República, e mestre em Direito pela PUC-RS, Douglas Fischer e o procurador regional da República, e doutor em Direito pela PUC-SP, Paulo de Souza Queiroz debateram “As funções do Direito Penal: Garantismo x Abolicionismo”. A mediação do debate foi feita pelo subprocurador-geral do Trabalho e diretor-geral adjunto da ESMPU, Manoel Jorge e Silva Neto.

 

 

Objetivos do Programa: I – Implantar ações para a consolidação de uma sociedade democrática, pautada no pluralismo e na compreensão das diferenças como expressão da singularidade do ser humano; II –Promover a cultura do diálogo, do respeito à diversidade humana e do pluralismo de ideias no Ministério Público brasileiro; III – Promover a cultura do respeito e da urbanidade no Ministério Público brasileiro; IV – Fomentar o estudo das consequências subjetivas da revolução tecnológica e da sociedade pós-moderna; e V – Estimular a atuação profissional criativa e responsável por parte dos membros do Ministério Público.

Orientador Pedagógico: Professor Dr. Carlos Vinicius Ribeiro

Coordenação: Professor Dr. Jorge Forbes

 


Conferência 1: Ser humano não é ser natural

Docente: Prof. Doutor Jorge Forbes

 

Conferência 2: Como se formam o Sentido e o Significado: o signo linguístico?

Docente: Prof. Doutor Jorge Forbes

 

 

Conferência 3: Os tempos éticos. As revoluções das maneiras de ser

Docente: Prof. Doutor Jorge Forbes

 

 

Conferência 4: Não somos mais quem um dia fomos

Docente: Prof. Doutor Jorge Forbes

 

 

Conferência 5: A Inteligência Artificial: seus efeitos sobre a humanidade

Docente: Prof. Doutor Jorge Forbes

 

 

Conferência 6: As perguntas que eu gostaria de fazer sobre: Nascimento, Educação, Adolescência, Trabalho, Mulher, Família, Amor e Morte. Como serão em TERRADOIS?

Docente: Prof. Doutor Jorge Forbes

 

 

Conferência 7: O que numa democracia atual pode-se esperar de vocês?

Docente: Prof. Doutor Jorge Forbes e Ministra Carmem Lúcia

 

Conferência 8: É necessária uma lei de Defesa do Estado Democrático de Direito?

Docente: Prof. Doutor Jorge Forbes e Dr. Miguel Reale Júnior

 

 

Conferência 9: MP: órgão de acusação e fiscal da Lei? O olhar da Cidadania

Docente: Prof. Doutor Jorge Forbes e Jornalista Heraldo Pereira

 

 

Conferência 10: Como a constituição protege a democracia? Quem protege a constituição de seus inimigos? Qual o papel das instituições contra majoritárias?

Docente: Prof. Doutor Jorge Forbes e Dr. Oscar Vilhena Vieira

 

 

Conferência 12: MP: Busca do consenso ou articulação das diferenças?

Docente: Prof. Doutor Jorge Forbes e Ministro Dias Toffoli

 

Fruto de uma parceria entre a ESMPU e o MPDFT, o Projeto NaMoral visa apresentar para o Ministério Público Brasileiro, bem como aos diversos segmentos da sociedade civil, comunidade acadêmica e escolar, empresários, etc.. uma oportunidade para se levar a cultura da integridade aos jovens em ambientes escolares, esportivos ou sociais. Dessa forma, compartilhar um pouco da história, propósitos e estratégias de como o Projeto NaMoral, por meio de uma tecnologia social gameficada e metodologias ativas, leva vivências práticas de ética, integridade e cidadania aos jovens, construindo ecossistemas de integridade e formando embaixadores, influenciadores e restauradores da Integridade.

Orientadora Pedagógica: Promotora de Justiça do MPDFT Luciana Asper y Valdes

Seminário de apresentação do Projeto: