Notícias

Atividades em Belo Horizonte (MG) vão debater acolhimento e integração de refugiados e migrantes no Estado

De 18 a 20 de setembro, a capital mineira vai sediar uma mesa-redonda, um simpósio e dez minicursos e oficinas. Inscrições são gratuitas e vão até 4 de setembro
publicado: 12/08/2019 09h12 última modificação: 20/09/2019 14h36
Ilustração

Ilustração

Belo Horizonte (MG) vai sediar, de 18 a 20 de setembro, atividades de capacitação voltadas aos atores envolvidos no acolhimento, na integração e na interiorização de refugiados e migrantes no Estado. Ao longo dos três dias, serão realizados uma mesa-redonda, um simpósio e dez minicursos e oficinas que têm como objetivo fomentar a discussão sobre a criação de políticas locais direcionadas a pessoas em situação de migração.  

Podem participar integrantes de comitês de acolhida e de grupos de trabalho sobre empregabilidade, gestores e equipes de abrigos, servidores públicos, organizações da sociedade civil envolvidas com a temática, estudantes, jornalistas, além de refugiados e migrantes. As atividades acontecem na Unidade Educacional da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) da Praça da Liberdade (Av. Brasil, 2.023).  

De acordo com dados da Organização Internacional de Migração (OIM) e da Casa Civil do Governo Federal, de junho de 2019, Belo Horizonte (MG) recebeu 55% (176) dos venezuelanos interiorizados, dos 320 que chegaram em Minas Gerais. Entre outros municípios mineiros que mais receberam pessoas em situação de migração vindos da Venezuela estão Juiz de Fora (19,7%), Montes Claros (8,4%) e Uberlândia (7,5%).  

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até as 12h do dia 4 de setembro. A participação dará direito a certificado. Veja o passo-a-passo de como realizar a inscrição.   

Mesa-redonda – Com o título “Vivências, experiências e necessidades de migrantes em Minas Gerais”, a mesa-redonda acontecerá no dia 18 de setembro, a partir das 17h30.  A atividade contará com a participação de refugiados e migrantes e busca provocar a reflexão coletiva sobre as realidades vividas com a finalidade de ressignificar e humanizar o olhar, as abordagens e as políticas públicas que dizem respeito a tais populações. Inscreva-se.  

Simpósio – O Simpósio “Refugiados e Migrantes em Minas Gerais: Como Acolher e Integrar?" acontece no dia 19 de setembro, a partir das 8h. Na primeira parte do encontro serão apresentados o contexto global do fenômeno migratório, a retrospectiva histórica, a política migratória e os desafios de sua implementação.  Na segunda metade, será realizado um debate sobre as experiências locais na atenção a refugiados e migrantes. Inscreva-se.  

Atividades temáticas – Ainda acontecerão, durante os três dias de evento, dez atividades temáticas, entre minicursos e oficinas. Os minicursos têm como objetivo a formação de pessoas que buscam aprimorar o conhecimento sobre a temática. Já as oficinas são direcionadas a quem atua na área e busca a construção de ações coletivas.  

É possível participar de mais de uma atividade desde que os horários não coincidam. Confira abaixo os temas e a data de realização.  

ATIVIDADE DATA INSCRIÇÃO
Imprensa no Combate à Xenofobia 
contra Refugiados e Migrantes
18 de setembro   
(13 às 15h)
Inscreva-se  
Oficina Preparatória para a Rede Local  18 de setembro
(14 às 17h)
Inscreva-se
Necessidades específicas, intersetorialidade e 
interseccionalidades: raça, gênero, idade e diversidade
19 de setembro
(14 às 17h30)
Inscreva-se 
Migração Indígena 19 de setembro
(14 às 17h30)
Inscreva-se
Nova Lei de Migração, Lei do Refúgio, 
Direitos e Acesso à Justiça
19 de setembro
(14 às 17h30)
Inscreva-se
Direitos Laborais, Migração e Prevenção
ao Trabalho Escravo e Tráfico de Pessoas
20 de setembro
(08h30 às 12h)
Inscreva-se
Gênero, Direitos Humanos, Migração e Rede de 
Proteção - Onde eu me insiro?
20 de setembro
(08h30 às 12h)
Inscreva-se
Crianças Migrantes 20 de setembro
(08h30 às 12h)
Inscreva-se
Migração e Integração Local 20 de setembro
(14h às 17h30)
Inscreva-se
Mapeamento Territorial e Articulação de Rede 20 de setembro
(14h às 17h30)
Inscreva-se

Para mais informações sobre a atividades, acesse o edital e a programação.

 Realização – Todas as atividades fazem parte do projeto “Atuação em rede: capacitação dos atores envolvidos no acolhimento, na integração e na interiorização de refugiados e migrantes no Brasil”. Realizado pela Rede de Capacitação a Refugiados e Migrantes, o projeto já teve quase três mil participações, e já passou por Belém (PA), Manaus (AM), São Paulo (SP), Boa Vista (RR), Porto Alegre (RS), Recife (PE), João Pessoa (PB), Curitiba (PR) e Florianópolis (SC).  

 Para a organização da edição em Belo Horizonte, a Rede conta com o apoio do Ministério Público Federal (MPF), do Ministério Público do Trabalho (MPT) e da Defensoria Pública da União (DPU) em Minas Gerais; da PUC Minas; de instituições públicas e organizações não governamentais envolvidas no processo de atenção ao refugiado ou migrante.

 Atuação em rede –  A Rede de Capacitação é composta pela Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU), a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), o MPT, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), a Organização Internacional para as Migrações (OIM), a Conectas Direitos Humanos, o Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH), a DPU, o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), a Missão Paz e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).  

 Saiba mais sobre o projeto em http://escola.mpu.mp.br/h/rede

Assessoria de Comunicação
Escola Superior do Ministério Público da União
E-mail: ascom@escola.mpu.mp.br
Telefone: (61) 3313-5132 / 5126