Notícias

Encontro Nacional em Brasília vai debater políticas de acolhimento a refugiados e migrantes

Atividade acontece de 20 a 22 de novembro e vai reunir participantes das doze edições do projeto “Atuação em Rede”. Inscrições até 14 de novembro
publicado: 23/10/2019 13h45 última modificação: 23/10/2019 15h45
Ilustração

Ilustração

A Rede de Capacitação de Refugiados e Migrantes vai realizar, em Brasília (DF), entre 20 e 22 de novembro, o Encontro Nacional do projeto “Atuação em Rede: capacitação dos atores envolvidos no acolhimento, na integração e na interiorização de refugiados e migrantes no Brasil”.  

Ao longo de três dias, grupos de trabalho e debates irão discutir e sistematizar os principais aprendizados e recomendações acumulados durante as doze edições do projeto, em temas relacionados a acolhimento, interiorização, gestão migratória, regularização, acesso a direitos, inserção laboral, entre outros. Além disso, o encontro busca fortalecer redes locais de atenção à pessoa em situação de migração, produzir análises e aprimorar as recomendações produzidas pelo projeto.

As inscrições vão até 14 de novembro, são gratuitas e a participação dará direito a certificado. Inscreva-se (o passo-a-passo de como realizar a inscrição).  Os interessados devem integrar redes locais de atenção a pessoas em situação de migração ou ter vinculação a um grupo, coletivo ou instituição, pública ou privada, que atue diretamente na área.  

A atividade acontecerá na sede da Escola Superior do Ministério Público em Brasília (ESMPU), localizada na Av. L2 Sul, Qd. 604, lote 23 – Asa Sul, Brasília. A abertura acontece a partir das 13h do dia 20 de novembro e o encerramento às 12h do dia 22 de novembro.  

Ainda há vagas sem custeio para representantes dos Estados.

O projeto – Lançado em junho de 2018, o projeto “Atuação em Rede” visou fomentar a discussão em torno da necessidade de se estabelecer políticas locais de acolhimento, abrigamento e integração a refugiados e migrantes. Vídeo promocional. 

Por meio de simpósio e oficinas gratuitas, a iniciativa promoveu atividades de capacitação aos atores envolvidos com o processo de interiorização de migrantes e refugiados venezuelanos em doze capitais brasileiras: Belém (PA), Manaus (AM), São Paulo (SP), Boa Vista (RR), Porto Alegre (RS), Recife (PE), João Pessoa (PB), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS) e Rio de Janeiro (RJ). No total, o projeto contabilizou cerca de quatro mil participações. 

Confira em http://escola.mpu.mp.br/h/rede como foram as atividades em cada Estado e saiba mais sobre o projeto. 

Realização – O Encontro Nacional será realizado pela Rede de Capacitação a Refugiados e Migrantes com o apoio da AVINA. 

Além da ESMPU, a Rede de Atuação é composta pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), o Ministério Público do Trabalho (MPT), o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), a Organização Internacional para as Migrações (OIM), a Conectas Direitos Humanos, o Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH), a Defensoria Pública da União (DPU), o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), a Missão Paz e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Assessoria de Comunicação
Escola Superior do Ministério Público da União
E-mail: ascom@escola.mpu.mp.br
Telefone: (61) 3313-5115