Notícias

ESMPU divulga vídeos de painéis de simpósio sobre reforma trabalhista

Evento reuniu membros e servidores do MPU, magistrados do trabalho, auditores fiscais do trabalho, integrantes de centrais sindicais, advogados, professores e estudantes
publicado: 07/12/2017 13h06 última modificação: 07/12/2017 13h07
Ilustração

Ilustração

A Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU) disponibilizou os painéis do simpósio “A reforma trabalhista e o sistema internacional de proteção aos Direitos Humanos”. O evento aconteceu entre os dias 06 e 07 de novembro e foi realizado em parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Grupo de Pesquisa "Trabalho, Constituição e Cidadania" da Faculdade Direito da Universidade de Brasília (UNB).

O encontro foi um espaço de reflexão e debate acerca da reforma trabalhista (Lei 13.467 de 2017) e possíveis vícios relativos à inconvencionalidade de algumas de suas normas, em vista dos compromissos assumidos pelo Brasil perante o sistema internacional de proteção laboral. O evento reuniu membros e servidores do MPU, magistrados do trabalho, auditores fiscais do trabalho, integrantes de centrais sindicais, advogados, professores e estudantes.  

O simpósio apresentou três painéis de discussão. Clique nos links para acessar os vídeos (cada vídeo tem em média o tamanho de 1giga).  

Painel 1: A Reforma Trabalhista, a OIT e os princípios internacionais de proteção ao trabalho digno, com Cristiano Otávio Paixão (procurador regional do Trabalho), Gabriela Neves Delgado (vice-diretora da faculdade de Direito da UNB e integrante do Grupo de Pesquisa Trabalho, Constituição e Cidadania da UnB/CNPq) e Fábio Tibiriça Bom (advogado). A mediação foi do procurador do Trabalho Thiago Gurjão Alves Ribeiro. 

Painel 2: A progressividade e o dever de proteção no Sistema Interamericano de Direitos Humanos, com Sílvio Beltramelli (procurador do Trabalho), Leonardo Wandelli (magistrado) e Pedro Augusto Gravatá Nicoli (professor da UFMG e membro do Grupo de Pesquisa Trabalho, Constituição e Cidadania da UnB/CNPq). A mediação foi da procuradora do Trabalho Lorena Porto.

Painel 3: Legislado versus negociado, a reforma trabalhista e as convenções da OIT, com Marthius Sávio Cavalcante Lobato (advogado e membro do Grupo de Pesquisa Trabalho, Constituição e Cidadania da UnB/CNPq), Everaldo Gaspar Lopes de Andrade (professor da UFPE) e Augusto Cesar Leite de Carvalho (ministro do TST). A mediação foi do procurador do Trabalho Maurício Brito.

A ESMPU também disponibilizou o vídeo da conferência de encerramento, que tratou do Sistema judicial e o dever de garantia dos direitos fundamentais, com o presidente da Corte Interamericana de Direitos Humanos Roberto Caldas. 

Videoaulas

No mês em que as alterações da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) entraram em vigor, a ESMPU começou a divulgar uma série de videoaulas com procuradores do Ministério Público do Trabalho tratando de aspectos da reforma trabalhista. A tarifação dos bens extrapatrimoniais, a prevalência do negociado sobre o legislado e os novos limites da negociação coletiva são alguns dos temas já abordados. Os vídeos estão sendo publicados no canal da ESMPU no YouTube.  Clique para acessar.

Assessoria de Comunicação
Escola Superior do Ministério Público da União
E-mail: ascom@escola.mpu.mp.br
Telefone: (61) 3313-5132 / 5126