Notícias

Mario Sergio Cortella participa da série Diálogos Interdisciplinares, promovida pela ESMPU

O filósofo e educador concedeu entrevista ao secretário de Planejamento, Carlos Vinícius Ribeiro, e falou sobre a importância do diálogo e da diversidade de ideias no processo democrático
publicado: 05/05/2020 12h58 última modificação: 07/05/2020 16h32
Ilustração com foto

Ilustração com foto

“Um país como o nosso precisa recompor as forças argumentativas e, acima de tudo, entender que não necessariamente porquê de ti discordo, sou teu inimigo”. A afirmação é do filósofo, educador e escritor Mario Sergio Cortella, em sua participação na série “Diálogos Interdisciplinares – a pandemia do Coronavírus”, promovida pela Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU). Clique aqui para assistir.

Em entrevista concedida ao secretário de Planejamento e Projetos da ESMPU, Carlos Vinícius Ribeiro, Cortella destacou a função essencial da política institucional e do pensamento coletivo, a partir do que ele denomina “consenso político”. Para o filósofo, a política deve produzir um consenso, baseado em reflexões que emanem de diálogos, em prol do interesse público. “A função da política é a criação da paz social, da capacidade de convivência. Consenso não é a obrigatoriedade de que eu concorde sempre contigo. O consenso está em que eu, mesmo discordando, seja capaz de dizer que, momentaneamente, vou apoiar aquilo que você coloca porque isso é importante para uma percepção maior”, explicou.

Ao analisar a distinção entre os conceitos de conflito e de confronto, o filósofo ressaltou a importância do diálogo e da diversidade de ideias no processo democrático. “Conflito é divergência de ideias. Confronto é a tentativa de anular o outro. Uma democracia cuida para que os conflitos não se degenerem em confronto”, ponderou. Para o educador, o interesse público deve pautar a atuação do poder público, na medida que ele existe “para servir e não para se servir”.

Por fim, Cortella ponderou que, após a pandemia, somente será possível ver uma mudança significativa se a sociedade mudar a lógica de pensamento. “Se nós aprendermos as lições que estão sendo colocadas no cotidiano hoje, como a de solidariedade, de fraternidade, de compaixão, talvez podemos consolidar algo especial, que é um por todos e todos por um”, concluiu. 

Série “Diálogos Interdisciplinares – a pandemia do Coronavírus”

Promovidos pela ESMPU, os encontros virtuais buscam fomentar a discussão, o debate e a reflexão sobre aspectos jurídicos, sociais e econômicos das medidas tomadas para combater a pandemia do coronavírus no Brasil e no mundo.

Lançada no final de março, a série conta com a participação de acadêmicos, especialistas, economistas e juristas. Confira os episódios já disponibilizados aqui.  

Assessoria de Comunicação Social
Escola Superior do Ministério Público da União
E-mail: ascom@escola.mpu.mp.br
Telefone: (61) 3313-5115