Notícias

Seminário em Brasília discute inovação na gestão da informação jurídica

Durante dois dias de evento, temas relevantes para a sociedade da informação foram debatidos por bibliotecários, acadêmicos e profissionais das áreas de gestão, inovação e ciência
publicado: 08/11/2019 14h22 última modificação: 08/11/2019 14h22

Bibliotecários, acadêmicos e profissionais da área de ciência da informação se reuniram na quarta e na quinta-feira (6 e 7/11) para debater temas que inovam e impactam a gestão da informação jurídica. O seminário “Gestão, Inovação em Ciência da Informação e Biblioteconomia” foi realizado na sede da Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU) em Brasília (DF).

Na abertura do seminário, o diretor-geral da ESMPU, João Akira Omoto, promoveu uma reflexão sobre a importância do tema e do papel dos servidores da área de ciências da informação e de biblioteconomia no âmbito do MPU. Ele destacou ser fundamental a atuação desses profissionais para que a gestão da informação e do conhecimento seja efetiva nas instituições, especialmente no momento em que a proteção dos dados é uma questão relevante. “Precisamos aprender a lidar com tudo isso, pois temos que garantir o acesso à informação pública, porém de forma cuidadosa. Espero que possamos seguir juntos nessa trajetória para efetivamente produzirmos gestão da informação e do conhecimento no MPU”, finalizou Akira.

A orientadora pedagógica do seminário, Larissa Melo Bezerra de Oliveira, pontuou que a constante evolução tecnológica impõe o desafio de manter as pessoas sempre atualizadas para melhor colher, tratar, alocar e proteger a informação, visando à prestação de serviço de excelência para o MPU e para a sociedade. “Espero que este seminário possa gerar um debate nos diversos órgãos que o acompanham, trazer ao centro das discussões a importância da gestão da informação e da biblioteconomia nos órgãos jurídicos e despertar uma cultura institucional voltada para esse tema, não apenas como uma simples atividade meio, mas como uma área estratégica”, concluiu.

Para Sely Maria de Souza Costa, professora adjunta aposentada da Universidade de Brasília (UnB), o tema do seminário é relevante, pois desperta interesse e possibilita o envolvimento dos participantes em questões que são importantes para suas áreas de atuação. A professora também destacou que, apesar de não ser um tema recente, a gestão da informação e do conhecimento continua sendo uma discussão atual e necessária.

O diretor da Faculdade de Ciência da Informação da UnB, Renato Tarciso Barbosa de Souza, afirmou que todas as informações geradas pela humanidade, quando bem integradas e corretamente disseminadas, tornam-se ferramentas eficazes na resolução de problemas. “A ciência da informação cumpre um papel fundamental na integração e disseminação dessas informações. Este seminário vai proporcionar um pequeno panorama dos estudos e pesquisas que vêm sendo desenvolvidos nessa área”.

O subprocurador-geral da República e patrocinador do projeto do portal da rede de bibliotecas do Ministério Público Federal (MPF), Luciano Mariz Maia, reforçou ser indispensável a atuação desses profissionais no MPF não só na perspectiva de armazenar, arquivar, classificar e selecionar, mas essencialmente em fazer com que toda informação produzida faça sentido para todos no órgão. “A partir do sentido que atribuímos ao passado, definimos as escolhas do presente e com isso desenhamos o futuro”, finalizou.

A programação contou ainda com apresentação de artigos acadêmicos e palestras que abordaram temas como gestão do conhecimento, inovação em gestão da informação, gestão de acervos digitais, inteligência artificial, dados abertos, proteção de dados pessoais, segurança da informação, preservação da memória institucional, curadoria digital, ética da informação e perfil do profissional da informação.

Confira as fotos do evento.

Assessoria de Comunicação
Escola Superior do Ministério Público da União
E-mail: ascom@escola.mpu.mp.br
Telefone: (61) 3313-5115