Aperfeiçoamento

publicado 13/12/2020 21h16, última modificação 19/09/2023 22h55

    O curso "Crimes Cibernéticos",  visa desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes para a intervenção dos membros do Ministério Público no combate aos crimes cometidos por meios eletrônicos.

Orientador pedagógico: Caio Vaez Dias

 

AULA 1 (25/09) 

Temas: "Crimes cibernéticos: Novos paradigmas e princípios" e "Bens jurídicos informáticos e cibercriminologia"

Docente: Spencer Toth Sydow

 

AULA 2 (26/09)

Temas: "Investigação de crimes cibernéticos: diligências essenciais e melhores práticas" e "Provas digitais no processo penal: Whatsapp e meios atípicos de produção de prova: validade e valoração"

Docentes: George Neves Lodder e Dario José Kist

 

AULA 3 (27/09)

Temas: "Jurisprudência do STF sobre técnicas de investigação utilizadas no Caso Marielle (geofencing e keywarrant)" e "Contato com provedores e potencialidades do Portal E-evidence"

Docentes: Lucas Daniel Chaves de Freitas e Melissa Garcia Blagitz

 

AULA 4 (28/09)

Temas: "Convenção de Budapeste e seus protocolos adicionais:  aspectos materiais e processuais" e "Cooperação Internacional"

Docentes: Fernanda Teixeira Souza Domingos e Anamara Osório Silva

   O curso "Design Thinking Aplicado: como inovar no MP", ministrada pela Mestra em Design Transdisciplinar Laura Dusi, visa aprender, através da prática, sobre o design thinking e sua aplicação no setor público, abrindo caminhos para se aprofundar em problemas antes de criar novas soluções; Identificar e aplicar as principais ferramentas, por meio de um projeto real, discutir a importância de inovar dentro nas organizações, desenvolver os pensamentos sistêmico e visual para elaboração de projetos, aprender o real valor da colaboração para desenvolver soluções, bem como capacitar os alunos para reproduzirem os processos nas suas práticas do dia-a-dia.

Orientadora pedagógica: Nális Torres de Carvalho

 

AULA 1 (02/10) - "O que é design thinking?"

Objetivo: identificar os valores e pilares do design thinking e como eles podem ser aplicáveis no setor público.

 

AULA 2 (04/10) - "Razões pelas quais a pesquisa etnográfica é relevante para o design, foco no ser humano, apresentação do desafio, entendimento do projeto, divisão dos grupos"

Objetivo: praticar introdutoriamente as etapas do primeiro diamante. Identificar a importância de focar no problema.

 

AULA 3 (09/10) - "Criação de guia de pesquisa, teste do canvas de anotações e treinamento em técnicas de entrevista em aula"

Objetivo: planejar e preparar para a pesquisa de campo.

 

AULA 4 (11/10) - "Análise de dados coletados na pesquisa qualitativa, mapa de empatia, redefinição do desafio"

Objetivo: finalizar as aplicações do primeiro diamante e desenho do ponto de vista do projeto

 

AULA 5 (16/10) - "Criatividade, regras do brainstorming, pensamento lateral, ideação"

Objetivo: praticar introdutoriamente as etapas do segundo diamante e aplicações para ideações colaborativas com foco na solução.

 

AULA 6 (18/10) - "Prototipagem, teste rápido, aceleração da inovação"

Objetivo: finalizar as aplicações do segundo diamante; conhecer técnicas de prototipagem e teste; entregar e apresentar o projeto final.

 

AULA 7 (23/10) - "Revisão das etapas e conteúdos anteriores, inovação no setor público e impacto social, cocriação de possibilidades para aplicação no dia-a-dia"

Objetivo: aplicar conhecimento assimilado no desenho de possibilidades de melhorias no cotidiano e praticar as técnicas aprendidas em sala de aula em projeto escolhido pelo discente.

   O curso "Liberdade de Ensino", visa debater a liberdade de ensino, essencial para a formação de cidadãos com raciocínio crítico, independência e compreensão.

Orientador pedagógico: Adriano Alves Marreiros

 

AULA 1 (07/11)

Docentes: Bernardo Guimarães Ribeiro e Adriano Alves Marreiros

Temas: "Direito Administrativo aplicado ao ensino" e "A questão dos Colégios Militares"

 

AULA 2 (08/11)

Docente: Isabelle Monteiro

Temas: "Liberdade de Cátedra" e "Questões controvertidas sobre liberdade de ensino"

 

AULA 3 (09/11)

Docentes: André Borges Uliano e  debate com todos os professores com mediação de Adriano Alves Marreiros

Temas: "Liberdade de ensino e direito e prática comparados" e "Debate sobre a liberdade de ensino no Brasil"

O curso "Liderança Facilitadora: atuar junto para obter melhores resultados", ministrada pela Facilitadora na Enap Fernanda de Carvalho Rodrigues Oliveira, visa capacitar membros e servidores do MPU para que sejam facilitadores. Como também, que ao fim da capacitação, os participantes sejam capazes de conduzir e incentivar o comportamento com foco no contexto (em oposição ao foco somente na cognição), a busca pelo embasamento científico (em oposição ao embasamento no senso comum) e a utilização de metodologias projetuais.

Orientadora Pedagógica: Raquel Vidal Costa

 

AULA 1 (07/11)

Objetivo: identificar vieses comportamentais que permeiam as relações humanas.

 

AULA 2 (09/11)

Objetivo: conduzir e incentivar o comportamento com foco no contexto e com bases científicas.

 

AULA 3 (14/11)

Objetivo: conhecer e saber utilizar ferramentas de facilitação com foco nas demandas de Liderança e gestão de equipes.

 

AULA 4 (21/11)

Objetivo: conhecer e saber utilizar ferramentas de comunicação assertiva por meio de pedidos e necessidades.

 

Aula 5 (23/11)

Objetivo: conhecer e saber utilizar ferramentas de facilitação e condução de cursos, workshops e reuniões.

 

AULA 6 (28/11)

Objetivo: conhecer e saber utilizar ferramentas de facilitação e condução de cursos, workshops e reuniões.

O curso "Inovação no Setor Público: engajamento, liderança e segurança psicológica", ministrada pelo atuante na Assessoria de Desenvolvimento da Estratégia da PGR Diego Oliveira de Souza e pela Mestre em Física Wanessa Sarzedas Marques, visa desenvolver nos membros e servidores conhecimentos e habilidades focadas no engajamento, na liderança e segurança psicológica aplicáveis no contexto de produção de inovação no setor público.

Orientador Pedagógico: Diego Oliveira de Souza

 

AULA 1 (22/11)

Objetivo: compreender os elementos essenciais para promover o engajamento em iniciativas de inovação.

 

AULA 2 (23/11)

Objetivo: conhecer as distintas maneiras de superar barreiras à inovação diante do papel da liderança.

 

AULA 3 (24/11)

Objetivo: compreender a segurança psicológica no ambiente de inovação pública por meio de novas formas de expressão, interação, aprendizagem e pertencimento.

O curso "Práticas de Futuros - design e pensamento de longo prazo no setor público", ministrada pela Designer transdisciplinar Laura Dusi e pela especialista em Design Thinking e Facilitação pela Echos Francisca Limberger, visa preparar os discentes para a criação coletiva e intencional de futuros positivos e de impacto para a sociedade. Trabalhar com futuros significa imaginar, comunicar e criar como as coisas 'podem ser'. A natureza especulativa e a habilidade de materializar ideias abstratas do design se somam as áreas de futurologia (imaginar futuros) para tornar futuros imaginados uma realidade. Esta prática é chamada de design de futuros.

Orientadora Pedagógica: Ana Beatriz Sanches R. C. Catelan

 

AULA 1 (14/08)

Objetivo: Identificar e conhecer o "Pensamento de futuro": Introdução ao tema, alinhamento de conceitos básicos e do objetivo de construir futuros, conhecer empresas, organizações, governos e profissionais que atuam na área.

 

AULA 2 (18/08)

Objetivo: Reconhecer e experimentar habilidades necessárias para atuar com futuros, e primeira atividade prática.

 

AULA 3 (21/08)

Objetivo: Conhecer premissas para criação de futuros sustentáveis e desejáveis a partir de inspirações de diversas áreas, como ética e ecologia.

 

AULA 4 (25/08)

Objetivo: Identificar os tipos de pensamento que necessitamos para extrapolar a imaginação e lidar com a complexidade.

 

AULA 5 (28/08)

Objetivo: Conhecer metodologias e técnicas de coleta de dados em Pesquisa de Futuros. 

 

AULA 6 (01/09)

Objetivo: Como criar narrativas e cenários de futuros com base na pesquisa e em tecnologias exponenciais e ciência de base.

 

AULA 7 (04/09)

Objetivo: Utilizar a construção de futuro para criar visão de longo prazo e orientar as mudanças no presente.

 

AULA 8 (06/09)

Objetivo: Identificar como o design estratégico se baseia no pensamento de futuros para tomar decisões do dia-a-dia. 

O curso "Introdução ao SCRUM e OKR para o setor público", ministrada pelo Professional Agile Coach e OKR Master Nadson Soares de Oliveira e pela Instrutora do método de Gestão por OKRs Sabrina Baes, visa capacitar os participantes a aplicar com confiança e consistência os conhecimentos adquiridos e habilidades desenvolvidas. Espera-se que o OKR capacite os participantes na aplicação segura e consistente dos conceitos, contribuindo para a realização de melhorias concretas. Essas melhorias, por sua vez, têm o potencial de agregar valor significativo aos processos e projetos da instituição, tendo um impacto direto nos resultados e gerando benefícios palpáveis para a sociedade.

O SCRUM por sua vez, traz consigo a transparência, permitindo uma visão clara do progresso do projeto, e a possibilidade de comunicação constante. Sua natureza democrática, permite a equipe participar ativamente na decisão do escopo do trabalho para cada “sprint”. 

Orientador Pedagógico: Paulo Célio Soares da Silva Júnior

 

AULA 1 (06/11)

Tema: Introdução ao OKR

Objetivo: conhecer os detalhes para um implantação de gestão por OKRs bem sucedida

 

AULA 2 (07/11)

Tema: Oficina de OKRs

Objetivo: como então usar OKRs fazer gestão de prioridades

 

AULA 3 (09/11)

Tema: Introdução ao SCRUM

Objetivo: conhecer o Framework SCRUM

 

AULA 4 (10/11)

Tema: Oficina de SCRUM e OKR

Objetivo: Práticas e Aplicação do SCRUM e OKR