Encontro nacional

publicado 18/09/2019 01h23, última modificação 22/11/2019 13h14

A Rede de Capacitação de Refugiados e Migrantes realiza, de 20 a 22 de novembro, em Brasília, o Encontro Nacional do projeto “Atuação em Rede: capacitação dos atores envolvidos no acolhimento, na integração e na interiorização de refugiados e migrantes no Brasil”. A atividade reúne participantes das doze edições do projeto, realizadas em Belém (PA), Manaus (AM), São Paulo (SP), Boa Vista (RR), Porto Alegre (RS), Recife (PE), João Pessoa (PB), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS) e Rio de Janeiro (RJ), além do público de Brasília (DF). 

Acesse o material e as fotos do evento. Leia matéria de cobertura

O encontro teve início na tarde desta quarta-feira (20/11) com uma roda de conversa sobre perspectivas da atuação em rede na temática migração e refúgio. Na oportunidade, os parceiros promotores da iniciativa puderam avaliar o esforço empreendido em todas as edições realizadas, que, no total, contaram com cerca de quatro mil participações (entre jornalistas, agentes públicos, representantes da sociedade civil e demais interessados) e 600 instituições envolvidas (como Secretarias Estaduais e Municipais, CRAS, CREAS, bibliotecas, Conselhos Tutelares, Centros de Acolhida, ONGs, Guarda Civil, Exército, DPU, DPE, MPF, MPT, MPM, organismos internacionais, entre outros). Assista:  

Além disso, ao longo de três dias, grupos de trabalho e debates discutiram e sistematizam os principais aprendizados e recomendações acumulados durante as doze etapas estaduais, reunidos em torno de quatro eixos: marco legal e governança, acesso a direitos, inserção laboral e integração. Dentro de cada temática foram abordadas as quatro questões transversais: gênero e diversidade; criança migrante; indígenas migrantes; e combate à discriminação, à intolerância, ao racismo e à xenofobia.

Realização – O Encontro Nacional será realizado pela Rede de Capacitação a Refugiados e Migrantes com o apoio da AVINA. 

Além da ESMPU, a Rede de Atuação é composta pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), o Ministério Público do Trabalho (MPT), o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), a Organização Internacional para as Migrações (OIM), a Conectas Direitos Humanos, o Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH), a Defensoria Pública da União (DPU), o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), a Missão Paz e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).